Seja um doador e ajude a erradicar e Hepatite no mundo

Você pode ajudar a salvar vidas, entre para o time dos sem Hepatite.
  • Doardor Basico
  • Contribua e Salve Vidas
  • R$50
  • Você pode fazer a diferença e salvar vidas de portadores de Hepatite
  • Cartão de Datas Especiais
  • Nome no Mural
  • Doar
  • Doador B
  • Contribua e Salve Vidas
  • R$100
  • Você pode fazer a diferença e salvar vidas de portadores de Hepatite
  • 10 GB of space
  • Support at $15/hour
  • Doar
  • Doador Premium
  • Contribua e Salve Vidas
  • R$250
  • Você pode fazer a diferença e salvar vidas de portadores de Hepatite
  • 30 GB of space
  • Support at $5/hour
  • Doar

|

Login Module

Dois irmãos, um carro, muita coragem e muita aventura
Expedição
Dois irmãos, um carro, muita coragem e muita aventura
MAIS QUE UMA VOLTA AO MUNDO! Dois irmãos, um carro, muita coragem e muita aventura para se viver. É assim que a Expedição Hepatitis Zero vai rodar o mundo. Fred Mesquita e José Eduardo resolveram estreitar os laços e vão dar a volta ao mundo de uma forma diferente: levando informação e prevenção contra a hepatite. A bordo do Carona, um Toyota Bandeirante 1998 adaptado, Fred e José vão atuar como embaixadores do Hepatitis Zero, projeto pela erradicação mundial do vírus.

Serão 3 anos percorrendo os cinco continentes, quase 180 mil quilômetros rodados em 50 países. Em cada país, cidade e parada da expedição, Fred e José farão exames para identificar os portadores do vírus da hepatite, o tipo de vírus, e ainda vão informar os pacientes sobre como procurar tratamento. A hepatite pode ser fatal, mas se diagnosticada a tempo, pode ter 100% de cura. No caso da hepatite B, há vacina que previne a doença e medicamento que elimina o vírus por completo, que aguarda aprovação para entrar no mercado.
Infectado, Humberto Silva decidiu que dedicaria sua vida ao combate à doença
Idealizadores
Infectado, Humberto Silva decidiu que dedicaria sua vida ao combate à doença
Quando descobriu que estava infectado com vírus da hepatite, Humberto Silva decidiu que dedicaria sua vida ao combate à doença. Passou 38 anos sem sequer desconfiar que era portador, e já estava com cirrose. Por isso, fundou a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite (ABPH) para ser a grande aliada dos quase 3 milhões de brasileiros infectados com os vírus B e C da hepatite, que ainda vivem cada dia sem saber que estão doentes.

É também parte da missão da ABPH advogar pela causa, divulgá-la e criar maneiras para que os portadores já diagnosticados possam recorrer a tratamentos e se curar.
Os tipos de Hepatites Virais
Tipos de Hepatite
Os tipos de Hepatites Virais
Os diferentes tipos de hepatite são: hepatite A, B, C, D, E, F, G, hepatite autoimune, hepatite medicamentosa e hepatite crônica.
Você pode ser um embaixador em prol da erradicação das hepatites
Seja Embaixador
Você pode ser um embaixador em prol da erradicação das hepatites
Os embaixadores da erradicação das hepatites irão desempenhar um papel muito importante na luta contra a doença, além de ajudar a humanidade no caminho para a erradicação. Eles serão responsáveis por:

› Representar o projeto Hepatite Zero localmente.
› Organizar testagens rápidas, nas quais a população é diagnosticada somente com uma picada no dedo.
› Promover o projeto em eventos sociais.
› Ajudar na expansão do Hepatite Zero.
Descobri que sou portador, e agora?
Tratamento
Descobri que sou portador, e agora?
As pessoas que apresentarem resultado reagente no teste rápido, devem ser informadas, de forma bem simples, sem alarde e com privacidade, que o teste foi “reagente”, o que significa que em algum momento esta pessoa entrou em contato com o vírus HCV, não importando a forma.

Para saber e confirmar se a doença realmente está instalada, são necessários exames laboratoriais que, a pedido médico, devem ser realizados o quanto antes.

Para hepatite C, o teste detecta o anticorpo anti-HCV no soro, plasma ou sangue total. O uso dos TR constitui uma ferramenta importante no cenário epidemiológico brasileiro, pois a maior parte dos indivíduos é diagnosticada na fase crônica da doença.
Você nāo está sozinho! Aqui encontra todo suporte que necessita
Suporte
Você nāo está sozinho! Aqui encontra todo suporte que necessita
As pessoas diagnosticadas com hepatite contam com toda a assistência da ABPH, de forma totalmente gratuita. Em nossas clínicas, os portadores de hepatite realizam consultas com médicos especialistas, recebem orientação para o tratamento e contam com o FibroScan®. O exame com FibroScan®, também chamado Elastografia Hepática Transitória, é uma técnica usada para avaliar o grau de rigidez do fígado, sem invasão do corpo humano, ou seja, sem riscos ou complicações.

O resultado é imediato e mostra a evolução da saúde do fígado, permitindo ao médico avaliar e monitorar a evolução de doenças, independentemente de tratamento ou outros fatores. O resultado do exame também ajuda a prever complicações em situações como a cirrose hepática. Por fim, através da ferramenta CAP, pode-se avaliar o grau de esteatose hepática (infiltração gordurosa no fígado) e sua evolução. Este exame apresenta um alto custo e não é coberto por muitos convênios.

A Associação mantém clínicas nas principais capitais do Brasil para oferecer atendimento médico especializado e acesso aos serviços de saúde. Tudo isso de forma inteiramente gratuita.
Onde estão localizadas nossas clínicas de atendimento
Clínicas Gratuitas
Onde estão localizadas nossas clínicas de atendimento
As pessoas diagnosticadas com hepatite contam com toda a assistência da ABPH, de forma totalmente gratuita. Em nossas clínicas, os portadores de hepatite realizam consultas com médicos especialistas, recebem orientação para o tratamento e contam com o FibroScan®.
Dúvidas Frequentes
FAQ
Dúvidas Frequentes
Diretor do Rotary International faz um apelo para que todos os Rotarianos participem desta campanha tão importante
Apelo do Rotary
Diretor do Rotary International faz um apelo para que todos os Rotarianos participem desta campanha tão importante
Confira a Vídeo:
Assista ao vídeo da campanha Hepatite Zero
Vídeo da Campanha
Assista ao vídeo da campanha Hepatite Zero
Quais tipos de hepatites são mais comuns?
As hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C.

Hepatite A: Transmitida normalmente através de alimentos ou contato pessoal. Dura aproximadamente 1 mês. É uma infecção leve, que se cura sozinha. Existe vacina.

Hepatite B: Transmitida, principalmente, através de relações sexuais e contato sanguíneo. Existe vacina. Age surdamente no fígado por até 20 ou 30 anos. Leva à cirrose, ao câncer de fígado e à morte. Há tratamento. As curas totais são raras, mas é possível conviver com a doença, tratando-a por períodos de tempo variáveis.

Hepatite C: A maior epidemia da humanidade hoje, superior à AIDS/HIV em 5 vezes. A transmissão é por contato sanguíneo, via transfusões, dentistas, seringas compartilhadas, etc. Não se transmite por sexo (a menos que haja sangramento mútuo). Não tem vacina. Existem subdivisões de seu vírus (o genótipo 1, 2 e 3 e os raros 4, 5 e 6). Existem no mundo cerca de 200 milhões de pessoas que carregam o vírus da hepatite C. É a principal causa de transplantes de fígado, respondendo por 40% dos casos. Pode causar cirrose, câncer de fígado e até a morte.
Por que a hepatite C é tão perigosa?
Pois muitas pessoas estão infectadas com a hepatite C e não sabem. O risco de se desenvolver alguma doença hepática grave, como cirrose ou câncer, é grande. O vírus ataca o fígado silenciosamente durante muitos anos, sem que haja qualquer sintoma. A maioria dos transplantes de fígado são necessários por causa da hepatite C.
Existe cura para a hepatite C?
Felizmente, a hepatite C tem tratamento e a cura é possível para a maioria dos infectados. Há medicamentos para eliminar ou controlar o vírus e reduzir os danos ao fígado. Pessoas com hepatite C não devem consumir bebidas alcoólicas.
Como evitar a hepatite C?
A hepatite C não é uma doença sexualmente transmissível (DST). Portanto, em condições normais, raramente pode acontecer o contágio durante o ato sexual. Entretanto, se houver ferimento no órgão sexual, poderá haver contágio pelo sangue. De qualquer forma, é conveniente utilizar camisinha em todas as relações. Atualmente, o sangue utilizado nas transfusões é totalmente testado, e as seringas de injeção são descartáveis.

Instrumentos reutilizados ou mal esterilizados podem transmitir a hepatite C. Assim, não compartilhe utensílios de manicure, lâminas de barbear, seringas, materiais de tatuagem ou qualquer instrumento que possa ter tido contato com sangue infectado.
Como eu fico sabendo se tenho hepatite C?
Por meio de exames de sangue que detectam a presença dos vírus causadores, tanto da hepatite B, quanto da hepatite C. O HBsAg indica infecção pelo vírus da hepatite B (HBV) – ele está presente nas infecções agudas e crônicas. O anti-HCV é o marcador de triagem para a hepatite C. Indica contato prévio com o vírus, mas não define se a infecção é aguda, crônica ou se já foi curada.Os testes podem ser realizados em postos de saúde.
Quais os endereços das Clínicas da ABPH?
São Paulo
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 2344 - 7° andar - Conj. 74 - Jardim Paulista - São Paulo/SP
Tel: 11 3251-1888

Rio de Janeiro
Rua Visconde de Pirajá, 414 - Conj. 1408 e 1409 - Ipanema - Rio de Janeiro/RJ - Tel: 21 3081-5632

Porto Alegre
Rua Mostardeiro, 780 - Conj. 504 e 505 - Independência - Porto Alegre/RS - Tel: 51 3407-3509

Fortaleza
Av. Santos Dumont, 2828 - Sala 1401 - Aldeota - Fortaleza/CE - Tel: 85 3016-1415

Belo Horizonte
Av. Getúlio Vargas, 1300 - Salas 1807/1808 - Funcionários - Belo Horizonte/MG - Tel: 31 3504-7062
  • Quais tipos de hepatites são mais comuns?
  • Por que a hepatite C é tão perigosa?
  • Existe cura para a hepatite C?
  • Como evitar a hepatite C?
  • Como eu fico sabendo se tenho hepatite C?
  • Quais os endereços das Clínicas da ABPH?
Ajuda gratuita
A ABPH ajuda gratuitamente os portadores de hepatite C, inclusive com o Fibroscan, que é um exame caro!
Isis Solar
Isis Solar
Muito obrigado!
Em nome de todos os portadores de HCV e seus familiares eu digo: muito obrigado!
Anderson Padilha Vigil
Anderson Padilha Vigil
Uma esperança!
Tiraram todas as minhas dúvidas em relação à hepatite. Encontrei uma luz e voltei a ter esperança de que conseguirei negativar o vírus!
Jean Paul Amorim 
Jean Paul Amorim 
Atendimento humanizado
Parabéns à equipe por seu humanismo no atendimento e esclarecimento aos portadores de hepatite.
Sônia Regina Pereira Pinto 
Sônia Regina Pereira Pinto 
Testagem Terminal EMTU Jabaquara 28-07-2016
Testagem Barra Funda
Testagem Brás
Testagem Sé
Testagem no Brás
Testagem Itaquera
Convenção Internacional
Convenção Internacional
Convenção Internacional
Testagem Metro Brás